Prefeita, vereadores e secretários se reúnem com moradores do Bela Vista em Pimenta Bueno

local | 17/01/2017 Print Friendly and PDF
Prefeita, vereadores e secretrios se renem com moradores do Bela Vista em Pimenta Bueno

Na noite desta segunda-feira, dia 16 de janeiro de 2017, a administração de Pimenta Bueno-RO participou de uma reunião voltada a ouvir a comunidade do Bairro Bela Vista.

 

 A reunião organizada pelos Vereadores Sóstenes Silve e Dina da Maderon contou com apoio dos vereadores Sergio Tobias, Marquinhos do Cristal, Paulo Danone, Alexandre Oliveira e Sandro Tuca, com as presenças da Prefeita Juliana Roque, do representante do Deputado Estadual Só na Bença o Tizil, O Deputado Estadual Cleiton Roque e dos secretários da administração.

 Cerca de 100 moradores participaram ativamente da reunião. Questionamentos, reclamações, solicitações e sugestões foram apresentadas a administração.

 

 Na reunião foi anunciado a retomada das obras do Posto de Saúde e foi levantado a hipótese do Posto de Saúde funcionar provisoriamente em um local a ser escolhido, a priori os moradores que ali estavam deram como opção o salão de um antigo mercado que encontra-se fechado. O secretário de saúde disse que há a possibilidade e que vai buscar os meios legais para que isso aconteça.

 

 A professora Irlei levantou a necessidade da construção de uma escola para atender principalmente os alunos que cursam o 2º grau, alegou que os jovens tem que estudar em escolas muito longe de sua casa, os quais muitas vezes tem que passar por ruas escuras correndo riscos.

 

 Muitos foram os assuntos debatidos pela população e ouvidos pela nova administração, assuntos corriqueiros como manutenção de ruas e até assuntos pontuais como o do mamógrafo, o qual foi adquirido pela administração anterior, porém, nunca foi utilizado. O Secretário de saúde falou o polêmico assunto: “Realmente o mamógrafo é um sonho que parece estar muito próximo e ao mesmo tempo distante. Quando a administração anterior fez a aquisição, ela não um planejamento e um estudo de custo para o funcionamento do equipamento, tanto, que o recurso para a compra do equipamento estava disponível há mais de um ano. Não foi pensado onde o equipamento seria instalado, não foi pensado nos custos elevados para o funcionamento, não foi pensado nos custos com profissional para manuseio e laudo dos exames, porém, este é um sonho que queremos tornar realidade já fizemos um levantamento de custo junto a uma empresa para laudar os exames, ou seja, uma empresa onde um técnico formado na área vai dar o diagnóstico e assinar cada exame, porém, o custo está muito acima da realidade, enquanto o estado paga cerca de 20 reais por exame laudado, tivemos um orçamento de 62 reais por exame, mais de três vez o valor pago pelo governo, isso torna inviável a parceria com a empresa, mas, estamos buscando alternativas para que o aparelho possa atender nossas mulheres” Disse o secretário.         

  

 Outra questão de interesse aos moradores do bairro é a entrega das casas populares que estão construídas há cerca de um ano, mas, por pequenos detalhes não foram entregues a quem lhe é de direito. A administração garantiu que tudo está sendo resolvido e que muito em breve os moradores vão estar em suas casas.

 

 A reunião que coloca gestores e população frente a frente deve se repetir em outros bairros, após a experiência o resultado foi positivo, os moradores puderam desabafar e expor suas necessidades e a administração ouviu diretamente dos interessados.      

 

Matéria: PimentaVirtual.com.br - Fábio Matias