Suspeito usa pedra, tijolos e bicicleta para matar homem em bar de Espigão D’Oeste, RO

policial | 27/08/2018 Print Friendly and PDF
Suspeito usa pedra, tijolos e bicicleta para matar homem em bar de Espigo DOeste, RO

Foto Meramente Ilustrativa

Um homem, de 34 anos, foi assassinado na noite do último domingo (26), após se envolver em uma briga no bar, localizado na rua Bom Jesus em Espigão D’Oeste (RO) município da região da Zona da Mata. O suspeito de ter praticado o crime é um auxiliar de serviços gerais, de 27 anos. Para ferir a vítima ele utilizou pedra, tijolos e a bicicleta da vítima.

Antes de morrer a vítima conseguiu golpear o homem com um canivete. O suspeito fugiu, mas foi capturado pela Polícia Militar (PM), após dar entrada no hospital municipal em busca de socorro.

O crime

Os policiais militares foram informados de que havia um homem caído em frente a um bar. Quando chegaram no local encontraram a vítima com um ferimento na cabeça, sangrando, e como ainda apresentava sinais vitais, encaminharam o homem ao hospital municipal, mas ele não resistiu e morreu minutos depois de dar entrada na unidade.

Ainda no local do crime, os policiais foram informados de que o auxiliar de serviços gerais foi quem praticou a violência. Algumas testemunhas contaram que para causar as lesões na vítima, ele usou tijolos, pedras e a bicicleta da vítima e em seguida fugiu a pé.

A esposa do suspeito estava no local e ao ser questionada sobre o ocorrido, disse que o marido chegou dizendo que mataria uma pessoa, pois havia sido agredido.

Os policiais foram até a residência do casal, mas não o encontraram. Ainda na casa, os militares receberam a informação de que um homem havia dado entrada no hospital com perfuração causada por faca.

Possível motivação

Ao chegarem no hospital, os policiais descobriram que a pessoa ferida era o suspeito de ter matado o homem no bar. Aos agentes ele contou que o desentendimento ocorreu por causa de bebida alcoólica e que havia um outro envolvido na confusão que estava ‘galanteando’ mulheres casadas que estavam no bar.

Como ele não gostou das atitudes, deu um empurrão na vítima, que o atingiu com um golpe de canivete. Já ferido, o suspeito saiu do local, mas voltou em seguida e atingiu a vítima com golpes na cabeça.

Após o atendimento médico, o homem recebeu voz de prisão e foi apresentado na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp), junto com os objetos utilizados na prática do crime, como uma bicicleta, uma pedra, dois tijolos e um canivete que estava no bolso da calça que a vítima usava.